Este slideshow necessita de JavaScript.

Américo Rodrigues, João Barrento, Manuel Portela, Rui Torres, Vítor dos Reis, Tomás Maia, André Maranha, Rui Oliveira, Catarina Rosendo, Olga Ramos, Raquel Feliciano, Ana Sousa Dias.
Comunicações reflectidas  a partir da necessidade de criar . As obras dos autores Sophia de Mello Breyner Andersen, Jorge Viera e Gerard Castello-Lopes, celebradas.

A arte como fundadora do ser e da humanidade. A leveza como o desejo de superar o peso da matéria. A liberdade.
O projecto das conversas, a oitava edição, está incluído no programa Da terra e do Ar, que inclui Residências criativas em Portugal e Cabo Verde assim como Exposições. Faz parte da programação para o biénio de 2009/10 da Associação cultural de arte e comunicação Oficinas do Convento sedeada no convento de S. Francisco em Montemor-o-Novo desde 1996. A programação e a coordenação são da responsabilidade de Virgínia Fróis.

“A poesia não me pede propriamente uma especialização pois a sua arte é uma arte do ser. Também não é tempo ou trabalho o que a poesia me pede. Nem me pede uma ciência nem uma estética nem uma teoria. Pede-me antes a inteireza do meu ser, uma consciência mais funda do que a minha inteligência, uma fidelidade mais pura do que aquela que eu posso controlar. Pede-me uma intransigência sem lacuna. Pede-me que arranque da minha vida que se quebra, gasta, corrompe e dilui uma túnica sem costura. Pede-me que viva atenta como uma antena, pede-me que viva sempre que nunca me esqueça. Pede-me uma obstinação sem tréguas, densa e compacta. (…)”(1)

(1) Sophia de Mello Breyner Andersen
Arte poética II, Geografia, Editora Caminho, Lisboa, 2004

Anúncios



Produção e Apoios